Cleonices

coisas da cleo

Arquivo da tag: fashion

Fim de ano é uma época cheia de compromissos. De festa da empresa a amigo oculto entre as amigas, dezembro sempre traz muitos programas. Planejar o que usar em cada saída não é uma tarefa das mais fáceis. No topo da lista dos eventos que mais geram preocupação está a festa de confraternização corporativa. Nessas horas, é sempre importante ter em mente a mensagem que se quer passar. A dica é ótima principalmente para o ambiente corporativo, mas vale para todos os tipos  de ocasiões.

De dia

Festa da empresa em um local aberto e / ou durante o dia – Algumas corporações escolhem sítios ou clubes para fazerem a confraternização juntamente com seus funcionários. Agendado para o dia, esse tipo de evento pede looks mais frescos e despojados, mas sem perder a elegância. A temperatura mais alta não justifica comprimentos muito curtos e decotes ousados.

de noite

Festa noturna em restaurantes e outros espaços – Já a escolha de looks para as reuniões em ambientes fechados e durante a noite pode ser mais ousada, mas ainda levando em consideração que festa da empresa é trabalho.  Apostar em peças que acompanhem bem o estilo de cada um é sempre importante.

Formaturas – O dress code para esse tipo de evento varia muito de acordo com a ligação com o formando.  Para as mães, namoradas, esposas e irmãs, a ousadia está mais do que liberada. Os demais convidados devem apostar nos clássicos, mas isso não quer dizer que um toque de glamour não esteja permitido. A ideia é só não roubar a cena dos personagens principais da festa. As formandas podem abusar do glamour, com muito brilho e bordados, além das fendas, que dão um charme a mais.

amigos

Amigo oculto ou confraternização de amigos – Reuniões entre amigos é sempre divertido, e isso deve refletir na roupa escolhida para a ocasião. A caretice deve ser deixada de lado e o conforto pode ser colocado como prioridade na seleção. Shorts, saias fluidas e estampas são boas dicas.

Natal

Natal – Geralmente as celebrações do Natal são mais familiares e pedem produções com menos ousadia, uma vez também que trata-se de uma festa religiosa. A dica é apostar em vestidos clássicos. Renda e bordados são bem vindos.

Imagine lavar e passar uma roupa e, ao vestí-la, dias depois, se deparar com a peça completamente amarrotada? Essa situação é recorrente em muitos guarda-roupas. Isso por que, manter as roupas intactas depende de vários fatores.

O primeiro deles é a organização. Ao misturar um item limpo em um armário desarrumado, inevitavelmente, ele acabará por se amassar também durante o contato diário. Para manter a ordem no local, é preciso observar o estilo de roupa que se tem, para dispô-las baseadas na freqüência de uso, obedecendo a rotina de cada pessoa.

cabide_carlo_01-800x800

A escolha dos cabides também é essencial. Eles evitam que as peças amassem e ajudam a manter tudo em ordem. Conhecidos como o tipo mais resistente, os cabides tradicionais de madeira grossa são ideais para guardar casacos, ternos e outras peças mais pesadas, pois fornecem mais estrutura para a peça. Os mais finos e lisos do mesmo material são perfeitos para os tecidos delicados, como a seda, que requer todo o cuidado para não alargar ou desfiar.

Para pendurar shorts e saias existem tipos de cabides com pregadores laterais, que dão o suporte necessário para que a roupa se mantenha intacta.

Anna

As calças sociais podem ser presas pelos cabides pinça. Ao pendurá-las pela barra, evita-se que elas fiquem com a marca de dobra no meio da perna. Já os cabides de dois ou mais suportes podem ajudar a ganhar espaço no guarda-roupa ao pendurar mais de uma calça de tecido grosso, como o jeans.

Cintos presos em cabides normais cairão, naturalmente. Já existem cabides próprios para eles, como os de gancho de aço. Problemas de organização e espaço resolvidos!

Amelie Branco

Mas, atenção. Algumas peças, como as tricotadas, principalmente em linha, lã e em jersey, não devem ser penduradas. Na hora de escolher o cabide, é preciso se atentar, ainda, aos tamanhos. Geralmente, eles são padronizados para acolher roupas médias. Se as peças forem menores ou muito maiores, é importante procurar objetos equivalentes. Cabides de tamanhos errados também podem deformar as roupas.

Que calor é esse?! A frase já se tornou lugar-comum entre os belorizontinos, que enfrentam as mais altas temperaturas já registradas, com índices históricos. Escolher o que vestir para trabalhar ou passear se tornou questão de saúde, uma vez que as roupas influenciam, e muito, no aumento do aquecimento corporal. Para garantir o bem-estar, é bom investir em peças leves e que possibilitem a transpiração.

tecidos

A consultora de moda Ana Luiza Ballesteros dá as dicas para sobreviver aos dias mais quentes sem perder o charme e a elegância. Segundo ela, investir em tecidos de fibras naturais, como as sedas, o algodão, o cânhamo e o linho ou tecidos mistos (porém com a maior porcentagem de naturais) é a principal recomendação. Esses tecidos são sinônimos de conforto, pois permitem que o corpo “respire” melhor, absorvendo o suor.

comprimentos

O calor também compactua com o encurtamento dos comprimentos, o que não significa desrespeitar a postura profissional ou a idade. De acordo com Ana Luiza, é sempre bom estar atento ao ambiente aonde se irá frequentar e também às fases da vida. “Se você é mais jovem, pode abusar dos comprimentos minis. Já no trabalho não podemos perder a etiqueta e diminuir excessivamente os tamanhos. Três centímetros acima do joelho, é isso que devemos revelar”, sugere.

Fluidez

A fluidez das peças é outra característica da estação. Tecidos com shapes amplos promovem leveza e frescor, além de serem genuinamente confortáveis, ideais para os dias de muito calor. A cartela de cores é outro ponto que deve ser observado. O branco tem a propriedade de refletir a maior quantidade de energia que recebe, absorvendo bem menos luz. Portanto, quanto mais próximo do branco for a roupa, menos calor haverá. Bordados e aplicações também devem ser dispensados. O verão pode ser mais fácil e agradável que se pensa, basta apostar em um mood mais natural, suave e livre de incômodos.

Recentemente, as semanas de moda no Brasil anteciparam o que será usado no próximo inverno, mas muito do que foi mostrado nas passarelas já pode ser visto nas ruas, nas peças de verão. Em tempos de consumo consciente, apostar em tendências que não são passageiras e vão durar por um longo período soa muito mais coerente. Por isso, veja algumas tendências que já estão presentes e prometem continuar até a estação mais fria. Confira:

Fluidez

fuidez

As marcas levaram para as passarelas, tecidos leves e peças fluidas. Para o inverno brasileiro, que não é tão rigoroso, essa é uma ótima pedida.

Conjuntinhos

Outra tendência que foi aposta de algumas marcas, mas que já está nas ruas são os conjuntinhos. A parte de cima combinadinha com a de baixo está agradando os fashionistas.

Fendas e assimetria

fendas

Cortes ousados são a cara do verão e vão permanecer no inverno. As fendas em vestidos e saias dão aquele toque sensual à produção. As peças com acabamento assimétrico, sejam shorts, saias, vestidos ou tops, também são queridinhos.

Nos pés

Para o nosso inverno tropical, as sandálias flatforms também devem continuar sendo vistas. Elas foram uma das febres no que diz respeito a calçados em 2015, mas parece que ainda vai ganhar força em 2016. Para quem quer ousar mais, uma aposta muito vista foram as sandálias com meia.

Terceira peça

CLEO4_3782

Nas épocas mais frias, a terceira peça é uma boa opção para manter o corpo aquecido. No calor, ela dá um toque mais elegante ao look. Fato é que  coletes, jaquetas e quimonos se manterão em alta e são bons investimentos. A dica é apostar nos comprimentos maiores.

Para muitas pessoas, o dia do aniversário é a data mais importante do ano. Comemorar o dia do nascimento no calendário é um costume antigo, herdado dos egípcios e propagado a partir do século IV pelos cristãos, tradição que vem sendo mantida ao longo dos anos, das mais diferentes formas.

São diversas superstições, simbologias e costumes que envolvem as festividades de aniversário, mas em todas elas é comum ao aniversariante querer se vestir de modo mais arrumado que usual, com suas melhores roupas para a ocasião escolhida. Em alguns casos, vale até o investimento em peças novas para fazer jus ao “novo ano”.

Como grande protagonista da celebração, o dono da festa deve se destacar dentre os demais convidados, mas isso não significa exageros. É preciso bom senso para acertar o dress code e, acima de tudo, garantir o conforto, uma vez que o anfitrião irá receber muitos comprimentos, ficará ora em pé, ora sentado e, provavelmente, se movimentará mais que os convidados. Confira abaixo nossas dicas de looks para diferentes tipos de comemoração.

Churrasco

Churrasco  (1) Churrasco  (2)

Churrascos são ocasiões bastante informais e descontraídas. Peças despojadas e confortáveis estão liberadas, como shorts, bermudas, saias, vestidos e calças em tecidos menos nobres, como o jeans ou malha, por exemplo. Algodão e linho são materiais indicados para os dias mais quentes, já que suas fibras são naturais, o que favorece a transpiração. Os comprimentos podem ser mais curtos e as cores mais fortes e estampadas. Sapatos confortáveis são bem-vindos. Para um look mais moderno e sofisticado, confie em uma boa seleção de acessórios.

Jantar

jantar (2) Jantar

Nesse tipo de evento, é provável que aniversariante e convidados passem a maior parte do tempo sentados. Mesmo assim, levantadas esporádicas devem acontecer. Portanto, tomar cuidado com o comprimento da roupa se faz necessário, a fim de evitar mostrar demais entre uma sentada e outra. Uma calça com modelagem impecável é uma boa pedida. Roupas que não amarrotam são as mais apropriadas, assim como valorizar a parte de cima, como blusas e colos, uma vez que quando assentado à mesa, essa será a parte de maior destaque.

Boate

Boate  (1) Boate  (2)

Balada pede um look noturno poderoso. Saltos altos (desde que não machuque os pés, vide as recomendações de conforto acima), brilho e roupas mais alinhadas, como vestidos e saias são apropriados, mas ainda assim o traje esporte é o mais indicado. A maquiagem e o cabelo também podem fazer a linha mais relax, seguindo o gosto da pessoa.

Big festa

Big Festa (1) Big Festa (2)

A “big festa” pode ser uma comemoração de gala, como uma festa de 15 anos ou uma comemoração menos imponente, mas mantendo o requinte de uma grande comemoração. Em ambas as ocasiões o ideal é evitar um visual informal, sendo as comemorações mais pomposas merecedoras de peças mais glamorosas, como vestidos longos e brilhos pontuais. No geral, os materiais devem ser mais sofisticados, o salto deve aumentar e a bolsa, diminuir. Até às 18h, o look pode ser mais descontraído, após esse horário é bom apostar em uma dose maior de fineza.

Longa, justa, curta ou volumosa. A história das saias, justamente por sua praticidade, surgiu no período Mesolítico, feitas com peles de animais amarradas às cinturas. Com os anos, por volta do século XII, elas passaram a figurar quase que exclusivamente no guarda-roupa feminino. De aí para hoje, diversos modelos foram surgindo. Por isso, é preciso conhecê-los para saber qual combina mais com o seu formato de corpo. Fique de olho!

Lápis

Conhecida por vestir perfeitamente grandes executivas dos filmes hollywodianos, a saia lápis é aquela justa no corpo, afunilada desde a cintura, até as coxas. Indicada para mulheres magras, pois se o quadril for largo demais, a peça pode subir a cada vez que você andar, gerando um terrível desconforto.

Plissada

Feita com diversas dobraduras em seu tecido, esse tipo de saia é ideal para montar um look romântico. Cuidado apenas com a dimensão das peças, elas podem dar a impressão de aumentar o quadril, deixando o corpo desproporcional.

Godê

Muito usada nos anos 1950, a saia godê continua em alta. Rodada e soltinha, garante a feminilidade da produção. Invista em blusas justas, pois o modelo marca a região da cintura.

Longa

Longa (1) Longa (2)

Ideal para todos os tipos de alturas e corpos. As mais altas podem investir em modelos estampados e volumosos. Já as mais baixas devem apostar nas peças fluidas e de cores escuras, que dão a ilusão de alongamento. Cintura alta também garante o efeito de silhueta alongada.

Minisaia

Criada por Mary Quant, esse, sem dúvida, é um dos modelos mais sensuais de saia. Garotas de pernas saradas e torneadas podem investir sem medo.

Reta

Básica, vai bem com todos os estilos, principalmente com tops volumosos e cheios de cores. O tamanho da cintura e da barra são praticamente iguais, por isso, atenção para a marcação do quadril, que pode ficar muito em evidência, criando, ainda, um corpo “quadrado”, sem cintura.

Midi

Queridinha do verão, seu comprimento fica entre o joelho e a panturrilha. Pode vir no modelo godê, sendo bem rodadinha, criando uma aparência retrô, ou mais afunilado, totalmente marcadas ao corpo. As mais cheinhas podem optar pelo primeiro tipo, as magrinhas, pelo segundo.

Shape A

Shape A (1) Shape A (2)

Ao contrário da reta, essa é mais aberta no comprimento, semelhante ao formato da letra A mesmo. Elas podem ser usadas por quem tem pernas grossas, pois dá uma sensação de afinamento. Um salto alto complementa bem o look.

Todo mundo adora as novidades da moda. Não é à toa que acompanhamos as semanas de desfiles nacionais e internacionais, prestando muita atenção para não perder nenhum detalhe. Mas, para além das tendências, existem peças clássicas e bem funcionais que fazem bonito em praticamente qualquer produção ou ocasião. Ines de La Fressange, ícone de estilo da França que inspira o mundo inteiro, já defendeu o investimento em peças coringas e atemporais em seu livro A Parisiense, enquanto a eterna Coco Chanel sempre foi adepta da máxima: “A moda sai de moda. O estilo, jamais”.

CLEO lookbook 2_3711

Em breve, começam a pipocar as promoções das marcas e fashionista antenada de verdade deve estar munida da listinha de essenciais para nunca errar. É fácil, a começar por uma boa camisa, de tecido de qualidade. Branca ou em outras cores, ela combina com tudo. O mesmo se aplica a uma versátil calça preta (atenção para o corte e para o acabamento!) e um jeans reto, com lavagem escura, que permite as mais variadas composições com o máximo de conforto. Shortinhos de alfaiataria também são boas escolhas, assim como os macacões em tons neutros e modelagens elegantes e minimalistas. O blazer é outro grande aliado quando a intenção é deixar o look mais arrumadinho. Na dúvida, opte pelo preto ou pelo branco. Se eles já fazem parte do guarda-roupa, é possível ousar e apostar nas cores (azul klein, laranja e vermelho quebram a monotonia). Vestidos em tons nude, bege e branco são alternativas ao pretinho básico, mais do que válido.

CLEO lookbook 2_3747

Tendo essas peças como base, montar produções fica bem mais fácil! É só acrescentar acessórios poderosos, um toque de cor e muita personalidade.

CLEO4_3782

Versátil e funcional, cós-alto valoriza o shape e é peça fundamental

Um modelo que valoriza a cintura e alonga a silhueta. Foi por isso que as saias, calças e shorts com cintura alta entraram no closet das mulheres nos anos 1970 e nunca mais saíram. Queridinhas, elas podem ser consideradas curinga. A cada estação, ganham novas apostas e estão sempre atuais, dando um toque retrô e superfeminino a quem usa. Democrático, o cós-alto pode ser usado tanto pelas mais magras quanto pelas curvilíneas.

CLEO lookbook 2_3721 CLEO 5_3843

Seja calça flare, skinny ou até pantalona, a cintura alta dá um visual mais clássico ao look. A combinação perfeita para quem tem um estilo mais despojado é um cropped. Mostrando apenas um pedaço da barriga, a peça esbanja sensualidade sem deixar a produção vulgar. Para as ocasiões mais formais, o ideal é abusar das camisas por dentro. Na coleção Verão 2016, a Cleo traz saias estampadas, com comprimento curto e longo de cós bem marcado. Outros itens fortes são os shorts alfaiataria, que são elegantes sem excesso de requinte, para situações mais casuais.

CLEO 5_3834CLEO lookbook 2_3711 CLEO4_3778

A tendência é tão forte que caiu no gosto de celebridades que são referência em bom gosto ao se vestir, como Grazi Massafera, Bruna Marquezine e Débora Nascimento. Grazi e Débora, que têm um estilo mais  casual, apostam nas calças e saias com essa proposta. Marquezine, que tem um estilo mais despojado, também aposta nesse clássico com muita frequência em suas produções, o que mostra a versatilidade do modelo.

Com a chegada da estação das flores, as araras das lojas ficam repletas de estampas, os closets ganham ares mais leves e as cores dominam as ruas. É nesta época do ano que as mulheres se sentem à vontade para ousar nas produções alegres e descontraídas. Para brindar a temporada, a grife mineira Cleo acaba de lançar uma mini-coleção inspirada neste frescor de primavera.

IMG_6826 IMG_6830

Seguindo tendências internacionais, o floral aparece em blusas e vestidos em estamparia exclusiva. Coloridas, vibrantes e cheias de vida, elas são delicadas e estão sempre em evidência. O estilo dark garden – estampas floridas em um fundo escuro – também surgem unindo delicadeza e romantismo com um toque misterioso. Para fechar, prints tropicais e aplicações de bordados ganham destaque.

IMG_6824 IMG_6832

O verão ainda não chegou oficialmente, mas o mundo da moda já preparou suas coleções para a temporada mais quente do ano. As peças que foram vistas cruzando as passarelas do mundo inteiro já estão disponíveis nas principais multimarcas do Brasil. Pantacourts, cintura alta, floral e listras são algumas das apostas que não podem faltar no seu closet quando as temperaturas subirem.

A polêmica pantacourt, ou pantalona curta, merece destaque. Febre nas décadas de 1970 e 1990, o modelo já apareceu em algumas coleções de grifes internacionais, ganhou as ruas no verão europeu e agora aparece por aqui.

pantacourt

A cintura alta é outro hit para o verão. Combinada com cropped, a produção fica ainda mais feminina.

CINTURA ALTA

No melhor mood primavera-verão, as flores não podem faltar no guarda-roupa de quem deseja estar na moda.

floral (1) floral (2) floral3

A tendência dos tons pastel continua mais uma temporada. O truque agora é usar a mesma cor em várias tonalidades.

tons pastel

O branco fica ainda mais elegante em peças estruturadas e alfaiataria.

branco2 branco3 branco

Para os compromissos diários e noturnos, as saias midi ainda fazem a cabeça das fashionistas. Cores bem fortes e estampas grandes prometem ser hit.

midi

O colete super comprido é outra peça obrigatória para deixar os looks mais interessantes.

colete

A tendência ombros à mostra já pode ser vista nas ruas. Para quem não gosta deste tipo de decote muito intenso, opte por blusas que ficam discretamente mais baixas.

blusa_ombro-a_ombra_lala_noleto