Cleonices

coisas da cleo

Aprenda qual é o tipo de saia ideal para valorizar seu corpo

Longa, justa, curta ou volumosa. A história das saias, justamente por sua praticidade, surgiu no período Mesolítico, feitas com peles de animais amarradas às cinturas. Com os anos, por volta do século XII, elas passaram a figurar quase que exclusivamente no guarda-roupa feminino. De aí para hoje, diversos modelos foram surgindo. Por isso, é preciso conhecê-los para saber qual combina mais com o seu formato de corpo. Fique de olho!

Lápis

Conhecida por vestir perfeitamente grandes executivas dos filmes hollywodianos, a saia lápis é aquela justa no corpo, afunilada desde a cintura, até as coxas. Indicada para mulheres magras, pois se o quadril for largo demais, a peça pode subir a cada vez que você andar, gerando um terrível desconforto.

Plissada

Feita com diversas dobraduras em seu tecido, esse tipo de saia é ideal para montar um look romântico. Cuidado apenas com a dimensão das peças, elas podem dar a impressão de aumentar o quadril, deixando o corpo desproporcional.

Godê

Muito usada nos anos 1950, a saia godê continua em alta. Rodada e soltinha, garante a feminilidade da produção. Invista em blusas justas, pois o modelo marca a região da cintura.

Longa

Longa (1) Longa (2)

Ideal para todos os tipos de alturas e corpos. As mais altas podem investir em modelos estampados e volumosos. Já as mais baixas devem apostar nas peças fluidas e de cores escuras, que dão a ilusão de alongamento. Cintura alta também garante o efeito de silhueta alongada.

Minisaia

Criada por Mary Quant, esse, sem dúvida, é um dos modelos mais sensuais de saia. Garotas de pernas saradas e torneadas podem investir sem medo.

Reta

Básica, vai bem com todos os estilos, principalmente com tops volumosos e cheios de cores. O tamanho da cintura e da barra são praticamente iguais, por isso, atenção para a marcação do quadril, que pode ficar muito em evidência, criando, ainda, um corpo “quadrado”, sem cintura.

Midi

Queridinha do verão, seu comprimento fica entre o joelho e a panturrilha. Pode vir no modelo godê, sendo bem rodadinha, criando uma aparência retrô, ou mais afunilado, totalmente marcadas ao corpo. As mais cheinhas podem optar pelo primeiro tipo, as magrinhas, pelo segundo.

Shape A

Shape A (1) Shape A (2)

Ao contrário da reta, essa é mais aberta no comprimento, semelhante ao formato da letra A mesmo. Elas podem ser usadas por quem tem pernas grossas, pois dá uma sensação de afinamento. Um salto alto complementa bem o look.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>